Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

ADUFC CULTURAL (2/7) – Verdade, política e nossos desafios são discutidos no espetáculo “Os Grandes Vulcões”, seguido de debate

A dupla investigação sobre a realidade social do país e do mundo, e também sobre as possibilidades da arte e do teatro em responder aos perigos da época em que vivemos. Essa é uma característica recorrente do Coletivo Comum, companhia de teatro que a ADUFC traz para sua programação na próxima sexta-feira (2/7), dando sequência à agenda cultural do biênio 2021-2023. A partir das 19 horas e com transmissão pelo canal do sindicato no YouTube, será apresentada a peça Os Grandes Vulcões. A atividade é uma articulação Grupo de Trabalho (GT) Comunicação e Cultura da ADUFC com o grupo teatral Pavilhão da Magnólia, de Fortaleza. O sindicato e o grupo são os anfitriões do espetáculo.

O espetáculo, lançado em abril último, em formato virtual, é um monólogo inspirado no discurso de Harold Pinter (1930 – 2008) ao receber o Prêmio Nobel de Literatura em 2005. Um dos mais importantes dramaturgos do século XX, Pinter já estava debilitado por um câncer anos antes, quando gravou em vídeo a sua fala, que foi apresentada no evento. A atitude gerou grande repercussão internacional, suscitando muitos elogios, mas também críticas de setores sociais conservadores.

Logo após a apresentação, membros do Coletivo Comum participarão de um debate que envolve arte, sociedade e geopolítica – elementos que envolvem o videoteatro de 70 minutos de duração. O Prof. Héctor Briones, do Curso de Teatro do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará (ICA/UFC), mediará a discussão, que contará, ainda, com a participação de dois jornalistas: a secretária geral da ADUFC, Profª. Helena Martins (Comunicação Social, Publicidade e Propaganda – ICA/UFC); e Ari Areia, também ator e ativista político.

“Ao percorrer conflitos da maior importância ao longo das últimas décadas, a peça releva as permanentes disputas em torno da informação, da cultura, tomando-as como partes fundamentais das relações de poder”, explica Helena. “A brilhante atuação de Fernanda Azevedo desvela os intentos de construção de uma geografia dos afetos, que naturaliza desigualdades entre os países e dentro delas”, avalia a docente, referindo-se à atriz que interpreta Harold Pinter no monólogo. Ainda de acordo com a secretária geral da ADUFC, a peça é provocativa e, “infelizmente, extremamente atual”.

Harold Pinter, interpretado na peça “Os grandes Vulcões” pela atriz Fernanda Azevedo, foi escritor, dramaturgo, ator e diretor (Foto: Lienio Medeiros/Divulgação)

Passado e presente: desinformação e mentiras reivindicadas como verdades

A atualidade a que a Profª. Helena Martins se refere é sustentada ao longo da peça, que também retrata o momento em que vivemos, de pós-verdade, ascensão de desinformação e fake news, pensamento único, polarização ideológica e mentiras sendo reivindicadas como verdades. “Partimos de Harold Pinter, mas construímos um roteiro inédito com a utilização de muitos elementos textuais, musicais e imagéticos”, diz o dramaturgo Fernando Kinas, que assina pesquisa musical, roteiro e direção geral do espetáculo. Ele explica que a participação de uma equipe de cinema permitiu incluir no trabalho “um sem-número de informações que estão ausentes do texto de Pinter”. Kinas refere-se à direção e edição de vídeo de Thiago B. Mendonça.

O espetáculo Os Grandes Vulcões reforça a linguagem do teatro documental exercitada pelo Coletivo Comum e parte da ideia provocativa de Harold Pinter, além de discutir a capacidade do teatro em expressar a verdade. Entre os elementos cênicos, está uma série de fotografias associadas ao texto, às imagens de arquivo e ao conjunto da encenação, permitindo a construção de uma série de significados sobre operações políticas e midiáticas. Um dos objetivos do grupo responde à necessidade de, simultaneamente, fazer e pensar o teatro, contribuindo para a construção de pensamento crítico a respeito da sociedade brasileira.


SERVIÇO:

Videoteatro “Os Grandes Vulcões”
Quando: 2 de julho de 2021 (sexta-feira)
Horário: 19 horas
Duração: 70 minutos
Classificação: 14 anos
Transmissão: Canais no YouTube – ADUFC-Sindicato, Coletivo Comum e Casa Absurda

Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Estado do Ceará

Av. da Universidade, 2346 – Benfica – Fortaleza/CE
E-mail: secretaria@adufc.org.br | Telefone: (85) 3066-1818

© 2024. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Web-az

© 2024 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]