Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

#2OFORABOLSONARO – Ceará volta a se mobilizar contra governo genocida; ato unificado em Fortaleza espera adesão maciça da população

A Campanha Fora Bolsonaro realiza, neste sábado (2/10), atos em todo Brasil contra o governo Bolsonaro: genocida, negacionista e desastroso social, cultural, política e economicamente para a vida do povo brasileiro. Em Fortaleza, Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo e Fórum Sindical, Popular e de Juventudes de Luta pelos Direitos e pelas Liberdades Democráticas organizam manifestação partindo da Praça Clóvis Beviláqua (da Bandeira), em direção à Praça do Ferreira, ambas no Centro. Na capital cearense, a concentração está marcada para as 8 horas – outras cinco cidades do interior já confirmaram atos “Fora Bolsonaro” no dia 2: Iguatu, Juazeiro do Norte, Sobral, Viçosa do Ceará e Russas. Seguindo a agenda de lutas dos últimos meses, a ADUFC-Sindicato participa ativamente dessas mobilizações.

Pela primeira vez, a capital contará com a participação unificada das principais lideranças dos partidos de oposição a Bolsonaro no Congresso Nacional e nos estados: PT, PSOL, PC do B, PDT, PCB e UP. Diante dos mais recentes ataques antidemocráticos proferidos pela base de apoio do presidente no último dia 7 de setembro, o ato deste dia 2/10 espera contar com a adesão maciça da população, que, hoje, sofre com o caos na saúde, cortes da educação, na ciência e tecnologia, desemprego e inflação galopantes, miséria e fome. Na manifestação em Fortaleza, falas políticas e intervenções culturais marcarão a mobilização pelas ruas e avenidas do Centro.

As principais bandeiras do ato deste sábado são: defesa da vida, da democracia, do emprego e contra a alta dos preços dos alimentos, do gás de cozinha e da conta de luz, além da luta contra as privatizações. Em todo o Brasil, os/as manifestantes também estão indo às ruas em defesa dos serviços públicos dizendo “não” à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32/2020, da Reforma Administrativa; e por “Fora Bolsonaro e impeachment já!”.

“Conclamamos todos os movimentos, organizações, ativistas e a população cearense a se somar na pressão pelo fim deste desgoverno e na luta que unifica todos nós: pelo ‘fora Bolsonaro’ e pelo impeachment. Somente com a pressão das ruas vamos conseguir impedir que Bolsonaro continue atacando nossos direitos, as liberdades, a democracia e a soberania”, diz o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Ceará e membro da Frente Brasil Popular, Wil Pereira.

Nericilda Ramos, da Frente Povo Sem Medo, diz esperar que, pela construção envolvendo amplos setores populares, movimentos sociais e partidos do campo da esquerda e centro-esquerda, e pela enorme preocupação da população com a carestia, forme e desemprego, o dia 2 de outubro, provavelmente, será a maior manifestação popular em defesa da democracia e pelo Fora Bolsonaro. “Ninguém aguenta mais este governo. Se aproxima o Natal e as condições de vida do povo só pioram. Essa maioria popular indignada se expressará nas ruas dia 2.  Essa pressão popular é a força necessária para termos um Brasil livre de Bolsonaro”.

ADUFC-Sindicato sedia, em Fortaleza, plenária organizativa para ato unificado do dia 2 de outubro (Foto: Tarcísio Aquino/CUT-CE)

Unidade na luta: ADUFC mobilizada nas ruas e em Brasília

Já o Fórum Sindical, Popular e de Juventudes de Luta pelos Direitos e pelas Liberdades Democráticas se soma às outras frentes de luta para convocar a população trabalhadora para ir às ruas também para protestar contra a PEC 32, que destrói os serviços públicos. Dezenas de entidades realizaram a terceira semana consecutiva de intensa mobilização dos servidores públicos para tentar barrar a votação e a tramitação da PEC. E a pressão social tem conseguido vitórias importantes nesse sentido, devendo continuar nas ruas no dia 2 de outubro.

É também o que lembra o Prof. Bruno Rocha, presidente do Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Estado do Ceará (ADUFC-Sindicato), uma das diversas entidades que integram o Fórum. “A PEC 32 nega o acesso da população brasileira a serviços básicos e essenciais como saúde, educação, segurança e assistência social. E estamos numa luta incansável e ininterrupta contra mais esse ataque à sociedade brasileira”, diz o docente, que participou de forma ativa, junto com outros membros da diretoria da entidade, da agenda de luta no Ceará e em Brasília nas últimas semanas. “Por isso também estaremos nas ruas no dia 2, pra barrar um desgoverno que nos envergonha em todos os cenários e que não tem nenhum compromisso com o país”, acrescenta.

Esta semana (27/9), a ADUFC-Sindicato também sediou, em Fortaleza, a última reunião para a construção local do Dia Nacional pelo Fora Bolsonaro e Mourão, em defesa da vida, das liberdades democráticas e dos serviços públicos. O encontro contou com a representação de diversas instituições sindicais, estudantis e movimentos sociais que lutam contra o desgoverno Bolsonaro e contra seus ataques à educação e aos serviços públicos. Até a última quinta-feira (30/9), já havia mais de 215 atos confirmados em mais de 207 cidades brasileiras e pelo menos 20 no exterior.

Esta é a sexta grande manifestação que ocorre neste ano contra o governo de Jair Bolsonaro. Protestos já foram realizados nos dias 29 de maio, 19 de junho, 3 de julho, 18 de agosto e 7 de setembro (Marcha dos Excluídos). Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo e Fórum Sindical, Popular e de Juventudes de Luta pelos Direitos e pelas Liberdades Democráticas convocam todos a participar dos atos do dia 2 de outubro no Ceará: movimentos, organizações, ativistas e a população em geral a somar-se na pressão pelo fim das políticas de destruição do atual governo federal e na luta que nos unifica – #ForaBolsonaro, Impeachment Já!

Vamos às ruas porque, enquanto o governo ignora a luta pela vida e debocha sobre a estarrecedora marca de quase 600 mil brasileiros e brasileiras que morreram vítimas da pandemia de Covid-19 – 24,2 mil deles apenas no Ceará.

SERVIÇO:

Atos #ForaBolsonaro e #ImpeachmentJá
Quando: 2 de outubro de 2021 (sábado)

Fortaleza – concentração às 8h na Praça Clóvis Beviláqua (Praça da Bandeira); caminhada com finalização na Praça do Ferreira – ambas no Centro. O ato unificado terá transmissão ao vivo por uma rede de entidades parceiras, com retransmissão pelo perfil da ADUFC no Facebook

Juazeiro do Norte – concentração às 8h na Praça da Prefeitura

Sobral – concentração às 8h na Praça de Cuba

Iguatu – carreata às 17h partindo da Praça das Crianças

Russas (Vale do Jaguaribe) – concentração às 7h30 na Av. Dom Lino, em frente à Mega Pizzaria

Viçosa do Ceará – concentração às 8h em frente ao STTR no Centro

(*) Lembremos de respeitar as medidas de segurança sanitária, com utilização de máscaras PFF2 ou N95 e álcool em gel para higienizar as mãos com frequência, e tentar manter o distanciamento mínimo de dois metros

Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Estado do Ceará

Av. da Universidade, 2346 – Benfica – Fortaleza/CE
E-mail: secretaria@adufc.org.br | Telefone: (85) 3066-1818

© 2024. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Web-az

© 2024 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]