Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

COALIZÃO PELA DEMOCRACIA – Abaixo-assinado pede remoção de homenagem a ditador no Palácio da Abolição; ADUFC subscreve

A ADUFC se juntou a outras entidades que compõem a Coalizão Cearense em Defesa da Democracia para endossar o abaixo-assinado “Abolição é liberdade, ditadura nunca mais”, que apoia o projeto do governador Elmano de Freitas de retirar do Palácio da Abolição o mausoléu que homenageia o ditador Humberto de Alencar Castelo Branco. “A decisão do governador Elmano de destinar o espaço físico utilizado pelo mausoléu aos heróis abolicionistas cearenses ou mesmo para as vítimas cearenses da ditadura deve merecer o apoio de todos os democratas de nosso Estado”, reforça a nota. “Não se faz uma justiça de transição, não se preserva a memória democrática com homenagem a ditaduras e ditadores”, pontua o texto.

O anúncio do projeto foi feito pelo chefe do Executivo cearense no último dia 31 de agosto, durante o evento “Agosto da Memória e Verdade: 44 anos da Anistia”. “No Palácio da Abolição não ficará o mausoléu de quem apoiou a ditadura. Existe um projeto a ser executado (…). Se é para trazer alguém, tragamos para cá Dragão do Mar, os abolicionistas e os lutadores pela democracia, honrando a história daqueles que lutaram, dedicaram suas vidas pela democracia, pelo bem e o bem do nosso povo”, disse Elmano.

Leia o texto na íntegra:

ABOLIÇÃO É LIBERDADE, DITADURA NUNCA MAIS

A Coalizão Cearense em Defesa da Democracia e as entidades e democratas que subscrevem esta nota prestam o mais decidido e irrestrito apoio ao Governador Elmano pela decisão de por fim à homenagem ao ditador Castelo Branco, imortalizado em um mausoléu que leva o seu nome e se encontra nos jardins do Palácio da Abolição.

Castelo Branco foi um dos mentores do golpe militar-civil de 1964, que derrubou um governo constitucional eleito, fechou o congresso, cassou parlamentares e lideranças sindicais, acabou com as eleições diretas, baixou vários atos institucionais, impôs uma constituição autoritária para o país, instalou a censura, prendeu, torturou e matou os que lhes fizeram oposição.

A decisão do governador Elmano de destinar o espaço físico utilizado pelo mausoléu aos heróis abolicionistas cearenses ou mesmo para as vítimas cearenses da ditadura deve merecer o apoio de todos os democratas de nosso Estado.

A ressignificação de espaços de memória do período de horror é uma reivindicação histórica de movimentos por memória, verdade, justiça e reparação, com amparo expresso nas resoluções do relatório final da Comissão Nacional da Verdade, instituída pela Lei n. 12.428/2011.

Não se faz uma justiça de transição, não se preserva a memória democrática com homenagem a ditaduras e ditadores.

Como o grande Ulysses Guimarães, temos ódio e nojo à ditadura!

Ditadura nunca mais! Democracia sempre!

Deixe um comentário

Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Estado do Ceará

Av. da Universidade, 2346 – Benfica – Fortaleza/CE
E-mail: secretaria@adufc.org.br | Telefone: (85) 3066-1818

© 2024. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Web-az

© 2024 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]